segunda-feira, 17 de outubro de 2011

A alguém que ira chegar



Durante a noite toda fiquei inventando você na minha cabeça. O que iríamos dizer. Qual cena seria o caso do nosso acaso, que sorriso iríamos dar, e qual seria minha cara de vergonha... Tenho certeza que fiquei tanto tempo imagino que deixei você passar por mim sem se quer ser notado. Sou bastante cega às vezes. Prendo-me tanto em olhar para todos os lugares, que às vezes é meio impossível olha só para um lugar, olhar para quem ta me olhando.
Desculpe-me pelo meu jeito esparolada de ser, é que as vezes não cabe tudo aqui dentro, eu e minha mania de querer carregar tudo e todos ao mesmo tempo, mas não me critique por isso,  acho que tenho um bom coração. O jeito calada, só para esconder uma tagarela tímida que fala sem parar quando esta nervosa. Passos rápidos, fala agitada, tanta informação vindo de uma vez e querendo todas sair ao mesmo tempo, é difícil controlar... Bom nem resumo, muito menos síntese, acho meio difícil terminar. Mas de uma coisa eu sei ficarei muito feliz se você quiser entrar, entrar de mansinho e me conquistando aos poucos, despertando uma vontade de te ter para mim, mas venha com muita sutileza, não adianta querer ir com muita cede ao pote. Devagar, aos poucos, faça com que eu queira você perto de mim o tempo todos,  mas também que eu senta sua falta quando você não estiver por perto...
Pronto, depois de tudo isso vamos caminhando aos poucos, tentando ir firmes por essa corda bamba que se chama amor, que desequilíbrios aconteçam, mas que sirvam como lição de que queremos ir de uma ponta a outra sem cair no chão. Que tudo seja eterno enquanto aconteça que você seja parte de uma vida que entre na minha. Mas por favor, venha logo, apareça aqui de uma vez porque mesmo nunca tendo sua presença já sinto sua falta...

Fer Barbosa ;*

domingo, 2 de outubro de 2011

Antes de dormir


E as mentiras não sustentavam mais certos pilares, mas também já não fazia diferença... O que era já não dava para ser mudado e também não queria mudar, afinal quem vive de bases mal construídas um dia fica sem teto!

Fer Barbosa ;*
02/10/2011